sexta-feira, 1 de maio de 2009

Ganha-Ganha


As surpresas e as decepções fazem parte da vida. Às vezes mais surpresas, outras vezes mais decepções; mas elas sempre se fazem presentes! As últimas decepções que tive me fizeram pensar sobre como é difícil conviver com as pessoas! E a tristeza veio por causa do padrão que muitos adotam, o "levar vantagem em tudo".

Aprendi a um tempo atrás duas lições muito valiosas com um amigo. A primeira é que deveríamos viver no sistema "ganha-ganha". Se num relacionamento entre duas pessoas (sentimental, comercial, trabalhista, etc) uma delas estiver lucrando às custas do prejuízo do outro, isso não é bom. O ideal seria que tudo fosse medido pelo padrão do "bom para ambas as partes", ou seja, o "ganha-ganha". Se para me satisfazer eu tiver que fazer você se prejudicar, quebro as regras do bom senso e da justiça que Deus exige. Na verdade, pelo padrão divino, a ética do Reino, nós deveríamos escolher LEVAR o prejuízo a DÁ-LO! E justamente aí reside a minha decepção: o que as pessoas tem feito hoje para se beneficiarem ás custas do prejuízo alheio. Isso é muito triste.

Outra lição que aprendi é a de sempre começar um relacionamento DANDO CRÉDITO. Ou seja, não começar nenhuma caminhada já na base da desconfiança, com os pés atrás. Talvez você me chame de ingênuo, tonto; mas é esse o caminho da verdade. Não pré-julgar, não iniciar a caminhada com o outro já te devendo algo. Que tal darmos mais credibilidade, mais confiança, mais segurança ás pessoas?

Maurício "tentando confiar mais" Boehme

Um comentário:

Álvaro de Lima Castro disse...

Oi, Maurício. Tem num livro muito legal chamado "os 7 hábitos das pessoas altamente eficazes", escrito por guru da administração chamado Stephen Covey (cristão), em que ele reforça esse conceito, chamando-o de "GANHA-GANHA OU NADA FEITO". Recomendo a leitura e re-leitura. Abraço