terça-feira, 24 de agosto de 2010

NÃO - Uma palavra positiva!


Tenho percebido como muitos de nós tem dificuldade em dizer NÃO. O "não" é uma negação, recusa, algo associado ao aspecto negativo. Mas ultimamente tenho percebido que, em muitas vezes, dizer "não" é algo extremamente positivo!

Precisamos aprender a dizer "não". Não podemos e nem devemos dizer "sim"a tudo e a todos em todo o tempo. O "não"embora tenha essa aparência negativa, possui um aspecto altamente positivo. Precisamos dizer mais "nãos". O que mais me surpreende nos dias de hoje é que as pessoas não querem dizer "não", e por isso tem pago um alto preço. Os pais, os amigos, os pastores, todos nós precisamos aprender a dizer "não". Não podemos concordar com todas as opiniões, não podemos aceitar todos os convites, não podemos abrir a nossa casa a todos.

Recentemente ouvi de uma família o triste reconhecimento de que muitas das infelicidades que os filhos estão passando se deve ao fato de que os pais não souberam dizer "não", naquela ânsia de agradar os filhos. Deram tudo, e acabaram estragando as crianças.

Dizer "não" pode ser positivo. Eu não posso querer resolver tudo, nem todos os problemas das pessoas. Existem normas, regras, limites a serem seguidos. E por isso, muitas vezes o que quero irá esbarrar nessas regras e limites. Deus também me diz muitos "nãos", e todos eles são para mim respostas positivas! Pense nisso.

Maurício "NÃO" Boehme.

sábado, 7 de agosto de 2010

Concorrência Desleal


Hoje vi uma cena incrível, se não fosse triste. Numa das principais avenidas de Bauru, região nobre da cidade, lá estava eu num mini-engarrafamento por conta do grande movimento que antecede o dia dos pais. O trânsito fluia lento, e quando o semáforo fica vermelho uma turma de adolescentes bem criados e de classe social alta colocam uma faixa pedindo doações em prol dos animais desamparados. As meninas saem com uma caixinha pedindo doações, e os motoristas prontamente as atendiam.

Bem perto da faixa de pedestres, vejo umas outras crianças, essas sim as verdadeiras donas do local. Eram crianças sujas, mal vestidas, pedintes. Dessas que fazem do farol o seu meio de vida. O que mais me impressionou foi ver uma criança pequena sentada no canteiro central com um ar de total desolação. Com toda a certeza ela estava contrariada pois as outras "crianças", as mais saudáveis e engajadas, estavam atraindo toda a atenção e todas as doações também!

Mas o pior de tudo é que as pessoas preferem dar dinheiro pros animais do que para as pessoas.

Mauricio "não ajudei porque não tinha moeda"Boehme.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Os humilhados serão exaltados


Você pode dizer que a fé é uma muleta para os fracos. Uma maneira das pessoas justificarem tudo e se esconderem. É verdade, sou fraco e me apoio em Deus, e ás sombras das asas dEle eu me escondo.

Existem duas situações que me deixam derrubado: quando vejo alguma injustiça sendo feita e quando vejo as pessoas sendo tratadas de formas desiguais. Quando isso acontece, só me resta correr para os braços do Pai e esperar que Ele que é o Justo Juiz faça alguma coisa.

Eu espero em Deus quando as pessoas que detêm o poder extrapolam seus limites e fazem conchavos e produzem atos de injustiça. Eu espero em Deus quando o certo é tomado por errado e o errado passa a ser certo. É nesses momentos que eu choro e vejo que a humilhação que eu passo será recompensada por Deus. Ele é quem manda, Ele é quem pode. Ele é o Senhor!

Outra situação que me abate é ver as pessoas tratando os demais com diferenças. Se é para tratar as pessoas de forma igual, porque preferir esse ou aquele? Meu coração chega a ficar apertado quando vejo alguém numa situação de dependência ser passado para trás ou preterido.
E mais uma vez eu me lembro do povo de Deus no Egito, quando eles eram oprimidos e escravizados. No sofrimento eles clamaram a Deus, e esse clamor chegou ao Céu e... bem, você sabe da história: Deus levanta Moisés para reduzir a nada o maior império da época!

Ah, como é bom poder me amparar na fé. Como é bom ser fortalecido pela graça de Deus.

Mauricio "minha esperança está em Ti" Boehme

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Ele fala comigo


Ter dúvidas é algo normal. Somos humanos e falhos, e por isso ficamos indecisos sobre decisões a serem tomadas. Eu sou uma pessoa cheia de dúvidas. No desejo de querer agradar a Deus fico sempre me perguntando se o que estou fazendo é o que Ele quer. Por isso, sempre peço a Deus que me mostre se o que estou fazendo é o certo.

No final de semana passado tive uma grande resposta de Deus para a minha vida. Fomos participar da gravação do cd "Tua Voz" da Comunidade Vineyard de Piratininga, da qual tive o grande privilégio de participar durante alguns anos. O que seria apenas algo musical acabou se tornando num momento de refrigério para a minha alma!

Além da incontestável qualidade musical, tivemos um momento de reflexão da Palavra de Deus pelo Milton Lucas, pastor daquela comunidade. A certa altura ele, como portador do recado de Deus, disse que o chamado de Deus não é geográfico, e sim relacional. Vou explicar. Muitas vezes, e era o meu caso, pensamos que ir a determinado lugar nos fará estar na vontade de Deus. "Deus, mostre-me onde Você quer que eu te sirva", pensamos. Mas o relacionamento com Deus não tem nada a ver com o local (geografia), e sim com o "estar perto dEle" (relacional). Se eu não estiver servindo a Deus onde eu estiver, não adianta orar para que Ele me leve para longe, a fim de que lá eu faça isso. Entender essa verdade simples foi muito importante para mim.

Deus não quer que eu busque o ministério, nem posições, nem cargos e nem títulos. Ele quer que eu O busque, simplesmente. O que Deus quer de mim? Apenas uma coisa: que eu esteja perto dEle! É como Marta, que escolheu estar aos pés de Jesus, ela escolheu a melhor parte. Buscando a Ele e seu Reino em primeiro lugar estarei agradando o coração do Pai!

É isso.

Maurício "quero Te servir onde estou e em qualquer lugar" Boehme